domingo, 15 de março de 2009

tem dias que parecem mais pesados, mais negros do que outros tantos dias, esses dias fazem nós viajarmos, as vezes nos leva a nos culpar, ou acusar, a julgar os outros, culpar os outros, mais o que esquecemos de ver é que estamos onde estamos por causa de nós mesmos, e que todas nossas atitudes, por mais que fossemos influenciados pelo meio que vivemos, foram toda atitudes nossas! escolhas nossas! mais somos rápidos em julgar, apontar e transferir responsabilidades, só somos lentos em chamar a responsabilidade dos nossos atos para nós mesmos! sempre a culpa é do outro, ou quando não é assim caímos no outro Polo do exagero, que é ficar se martirizando de culpa pelo erros cometidos, a grande verdade é que criamos os nossos próprios monstros, não sossegamos em ver as coisas indo bem, "queremos sarna pra se coçar", eu tenho vivido certas coisas negativas na minha vida, e tomo responsabilidade, chamo pra mim a questão, vejo que eu tomei certas atitudes que eu mesmo sabia das consequências negativas, não transfiro responsabilidades para outros, e também não fico me culpando, pois o que passou passou, o que vale é o dia chamado "hoje", e tudo de mal que vim a fazer ou vier a fazer sei que estou debaixo da graça, na qual me tira de toda culpa, e me coloca no caminho da mudança, esse caminho da graça, é o próprio Jesus, que morreu e ressuscitou por todos os humanos, para tanto perdoar seus pecados como para já no tempo chamado hoje, pudéssemos saber o que verdadeiramente é "viver", para sabermos o que verdadeiramente é ser "feliz", e isso não tem nada haver com religião e sim tudo haver com fé, que nos faz saber que estamos no caminho, que esse é o caminho.
abraços

Nenhum comentário: